quarta-feira, março 12, 2003

Trabalha comigo uma mulher, de pouco mais de 25 anos, que eu sempre achei atraente. Fisicamente atraente. Nas discussões de trabalho não rolou nunca uma "energia gracinha", eu sou pouco business, e ela, tentando buscar seu espaço aqui dentro, era business demais (ou tentava ser), o que eu normalmente acho um porre.

Fomos descobrindo, em eventos fora do ambiente de trabalho, que ela é uma mulher muito sensual. Extremamente sensual. Fomos notando que, em diversas ocasiões, os homens (e uma ou outra mulher) acabavam se reunindo para botar para fora a excitação que ela causava, e que nos deixava com algo queimando por dentro.

Em um destes eventos algo começou a me parecer estranho. Eu tinha a nítida sensação de que ela estava discretamente me assediando. Alguns olhares provocantes em momentos mais acalorados da noite, uma proximidade cada vez mais freqüente.

Descobri recentemente que ela e um colega de trabalho meu, bastante próximo, estão se comendo. Eles mantêm a coisa em segredo (ou tentam, pelo menos) por motivos pessoais.

Me lembrei da minha adolescência, quando esse tipo de confusão era comum. E o contrário também, quando eu simplesmente não enxergava quando alguém se interessava de fato por mim. Hoje eu enxergo. E sorrio, feliz.

1 Comments:

Anonymous AJ said...

enxerga mesmo?
;)

sexta-feira, 27 abril, 2007  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home