sexta-feira, junho 06, 2003

Falando em tradução, cometi há alguns meses uma tradução de um poema do e. e. cummings. O poema é esse...

i carry your heart with me (i carry it in
my heart) i am never without it (anywhere
i go you go, my dear; and whatever is done
by only me is your doing, my darling)
i fear
no fate (for you are my fate, my sweet) i want
no world (for beautiful you are my world, my true)
and it's you are whatever a moon has always meant
and whatever a sun will always sing is you


here is the deepest secret nobody knows
(here is the root of the root and the bud of the bud
and the sky of the sky of a tree called life;
which grows higher than the soul can hope or mind can hide)
and this is the wonder that's keeping the stars apart


i carry your heart (i carry it in my heart)

**

Pois bem, como eu dizia, me atrevi a tentar traduzir o poema, e deu no seguinte...

eu levo seu coração comigo (eu o levo no
meu coração) eu nunca estou sem ele (onde quer
que eu vá você vai, minha querida; e o que é feito
só por mim é seu feito, minha amada)
não temo
o destino (pois você é meu destino, meu encanto) não quero
nenhum mundo (pela beleza de você ser meu mundo, minha verdade)
e você é tudo o que a lua sempre representou
e tudo que um sol irá louvar será você

eis o maior segredo que ninguém conhece
(eis a raiz da raiz e o broto do broto
e o céu do céu de uma árvore chamada vida;
que cresce além do que a alma sonharia ou a mente poderia esconder)
e este é o milagre que mantém as estrelas afastadas

eu levo seu coração (eu o levo no meu coração)


**

E não é que eu gostei da coisa? Claro, além das besteiras mais sérias que ainda estão aí, ainda fui capaz de coisas como traduzir, na primeira versão, bud como semente. Triste, triste...

A Zel fez a tradução dela, minha mãe fez a sua. Se você é uma das 6 ou 7 pessoas que passam por aqui, e se sentiu tentado, faça também a sua. É desafiador e, de certa maneira, divertido. Bem, e se não for pedir muito, mande para mim.

1 Comments:

Blogger Joana said...

Sua tradução beira a perfeição. Parabéns!

sexta-feira, 09 maio, 2008  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home