terça-feira, junho 24, 2003

Olhando por aqui a origem de algumas das visitas que este blog tem recebido, lembrei-me daquelas pessoas que colocavam falsos faróis em lugares errados para que os navios se chocassem contra as pedras e as mercadorias fossem roubadas. Chega gente aqui procurando por todo tipo de coisa.

Claro, há algumas diferenças consideráveis: eu não faço propositadamente, é melhor "perder" 1 minuto de conexão que algumas toneladas de mercadorias, além de que nesse caso quem vem parar aqui corre o risco de acabar gostando de alguma coisa que leu. Gostar de se esborrachar na pedra é menos provável...

Ainda assim, gostaria de dar uns recados:
. A você que chegou procurando por "não consigo acreditar que resisto", aviso que sou um tanto suspeito para dar conselhos. De qualquer maneira, se está sendo difícil assim resistir, isso vale mesmo a pena? Não sei, vai lá, enfia o pé na jaca!
. A você que veio procurando por "sexo araraquara" eu diria: aaah, quem me dera! Até rolou algum sim, mas muito menos do que eu gostaria. Eu diria que depois de Araraquara a vida melhorou muito. Claro, você não está procurando pelo meu sexo em Araraquara, e sim pelo seu. Ainda assim, vá procurar direito, sai daí pessoa.
. Você, que buscava "leve avante a sua vida", se estiver por perto você poderia conversar com a pessoa que buscava por sexo em Araraquara? Acho que as coisas podem se completar, vai saber...
. Ao povo que procurava por "palavras provocantes", "palavras pra sexo", "palavras de tesão" e "poema sensual", bem, desculpa aí. Se alguma dessas servir, fiquem à vontade.
. Dúvida: você que procurou "trepadas de carnaval", quer detalhes sobre o último ou, organizadinho, já está planejando 2004? Podemos vender pacotes, será?
. E, finalmente, você que procurou "tradução em sânscrito"... o que é que você precisa traduzir, meu deus? A curiosidade está me matando!

Bom, se mesmo vindo em busca de outra coisa algo aqui serviu, foi útil, legal ou algo assim, fico feliz. Cuidado que a pedra às vezes é meio escorregadia, mas volte sempre. Mas se for seguir a luz, preste atenção ao que vai ficando para trás, na penumbra, passando.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home